26 a 29 de setembro de 2018. Gijón, Astúrias (Espanha)

A XX Jornadas Internacionais sobre Patrimônio Industrial obteve o Selo Europeu do Patrimônio Cultural, um reconhecimento que a União Européia, através do Ministério da Educação, Cultura e Esporte, concedeu a esta iniciativa que contribui para a realização dos objetivos do Ano Europeu do Património Cultural.
Até o momento, as Jornadas foram realizadas ininterruptamente por vinte anos. São as mais antigos, desde que nos anos setenta do século passado no Reino Unido começaram a enfatizar e sensibilizar pesquisadores e cidadãos ante a importância histórica dos vestígios de nossa civilização industrial; alertar sobre a necessidade de conservar e preservar sua restos e expressões culturais – o patrimônio industrial.  As Jornadas Internacionais sobre Patrimônio Industrial INCUNA foram lugar e ponto de encontro para pesquisadores, acadêmicos, gestores de patrimônio e de turismo, entidades patronais, autoridades e técnicos, estudantes, artesãos, engenheiros, arquitetos, geógrafos, historiadores, economistas e muitos pessoas, cada vez mais interessadas na conservação, preservação e valorização do patrimônio industrial em suas diferentes facetas.
Este ano INCUNA organiza as XX Jornadas Internacionais sobre o Patrimônio Industrial, com um tema central: Resiliência, Inovação e Sustentabilidade. Vemos com preocupação o desaparecimento de vestígios históricos e simbólicos do nosso passado industrial. Ao mesmo tempo, seguimos com interesse os esforços de empresas que incorporam valor utilizando sua própria história, mantendo elementos importantes de sua herança. Ou outros sobrevivem em sua atividade rotineira, que fazem parte do nosso cotidiano, e são também memória do trabalho e do lugar. Há outros casos de iniciativas de “governança” e conjunção de esforços, por meio do qual o patrimônio recebe uma segunda vida e oportunidade; levando em conta que a defesa desse patrimônio industrial permite incorporá-lo a programas de desenvolvimento social, cultural e econômico de nossas sociedades contemporâneas.
Se prestará especial atenção às questões relacionadas com a gestão do património cultural e outros temas do património em risco, tão vulnerável, como o industrial. Tudo isso coloca os temas principais do evento: a ressignificação dos valores; questões como a resiliência; a sustentabilidade na paisagem e território; e a inovação e criatividade em sua valorização.

FONTE: INCUNA

Conference website:
http://incuna.es/jornadas-internacionales-de-patrimonio-industrial/jornadas-2018-·-20a-edicion-·-resiliencia-innovacion-y-sostenibilidad/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *